29 de abr de 2011

Diário: De uma garota nada popular.

Sábado, 31 de Agosto

Às vezes eu me pergunto se minha mãe é completamente SEM NOÇÃO. E tem dias em que eu tenho certeza que ela é. Tipo hoje.
O drama começou de manhã, quando perguntei como quem não quer nada se ela me compraria um desses novos IPhones que fazem praticamente tudo. Eu considerava isso uma necessidade, só perdendo para, sei lá oxigênio.
Que maneira melhor de descolar um lugar no grupinho das GDPs (garotas,descoladas e populares) no Westchester Coutry Day, meu novo colégio particular, do que impressionando geral com um, celular novo e arrasador?
Ano passado, parecia que eu era a ÚNICA pessoa do colégio INTEIRO que não tinha um. =( Então comprei um celular usado superbarato pela Internet.
Era maior do que eue queria, mas daí pensei que não tinha como errar com aquele precinho ridículo.Deixei o telefone no meu armário e espalhei para todo o mundo que agora todos podiam ligar no meu celular NOVO para contar os babados mais QUENTES!E daí passei a contar os minutos até minha vida social começar a bombar.
Fiquei bem nervosa quando duas GDPs atravessaram o  corredor falando no celular. Elas vieram direto no meu armário e começaram a me tratar como se fossem minhas melhores amigas. Então me convidaram para sentar com elas na hora do almoço e eu fiquei tipo "Humm... tá bom". Mas por dentro eu esava pulando feito uma louca e fazendo minha "dancinha feliz do Snoopy".
Daí as coisas ficaram muito esquisitas. Elas me disseram que tinham ouvido falar do meu novo celular caríssomo com designer especial, e que todo mundo  (ou seja, o resto das GDPs) estava louco para ver o aparelho.
Eu já ia explicar que tinha dito "babados quentes no meu celular novo", NÃO "novos babados no meu celular quente", mas nem deu tempo,  porque infelizmente meu telefone começou a tocar. De um jeito absurdamente alto.Fiz de tudo para ignorá-lo, mas as duas GDPs estavam me olhando tipo: "Ué, você não vai atender?!"
Óbvio que eu não queria atender, porque tinha a leve impressão de que elas iam ficar meio decepcionadas quando vissem meu celelar.
Então fiquei ali, torcendo para que ele parasse de tocar, mas isso não aconteceu.  E logo,logo todo muno no corredor estava olhando para mim também.
No fim,desisti,abri  meu armário e atendi o telefone.Basicamente para parar com aquele toque PÉSSIMO.Falei alguma coisa do tipo: "Alô? Não... não é daqui.Foiengano"
E, quando me virei , as duas GDPs estavam correndo pelo corredor gritando: "Desliga isso, desliga isso" Acho que aquilo significava que ela provavelmente NÃO queriam mais que eu sentasse com elas na hora do almoço. Que droga.
A coisa mais importante que aprendi no ano passado foi que ter um telefone TOSCO- ou NÃO TER nenhum- pode arruinar sua vida social. Apesar de um monte de garotas famosa ESQUECEREM de usar calcinha, você não encontra nenhuma delas andando por aí sem celular. Por isso eu estava enchendo a minha mãe para ela me comprar um iPhone
Até tentei guardar dinheiro para comprar um, mas é impossível. Até porque eu sou uma artista e MUITO VICIADA em desenhar! Tipo,se eu não faço isso todo dia, eu fico MALUCA!
Gasto TODAS as minhas economias em cadernos, lápis,canetas, cursose coisas do tipo. Ai, tô tão FALIDA que compro casquinha parcelada no McDonald's!
Mas o que importa é que, quando minha mãe voltou do shopping com um presente especial de volta às aulas, eu tinha certeza do que era.
Ela veio com um blá-blá-blá sobre como estudar numa escola nova ia ser uma "época estressante de muito crescimento pessoal" para mim e de como minha melhor "válvula de escape" seria "comunicar"minha "ideias e sentimentos" 
Fiquei muito EMPOLGADA porque a gente pode se comunicar com um CELULAR NOVO! Né?! =)
Eu meio que ignorei a maior parte das coisas que ela estava dizendo, poruqe eu estava SONHANDO com todos os toques, músicas e filmes irados que eu ia baixar. Ia ser AMOR À PRIMEIRA VISTA!
Mas depois que minha mãe finalmente terminou seu discurso, ela abriu um enorme sorriso, me abraçou e eme entregou um LIVRO. Eu abri o livro e virei as páginas FRENETICAMENTE, achando que ela podia ter escondido o celular novo ali no meio.
Na hora fez muito sentido, poruqe todas as propagandas diziam que era o modelo mais fino do mercado. Mas aos pocos a ficha foi caindo: minha mãe NÃO tinha comprado um celular pra mim, e o tal do presente era só um livro idiota. =(
Isso é que eu chamo de DESGOSTO!
Então notei que TODAS as páginas estavam EM BRANCO.
Tipo  AH.NÃO.ELA.NÃO.FEZ.ISSO!   Minha mãe tinha me dado duas coisas: Um DIÁRIO e a prova definitiva de que ela É realmente uma 
SEM NOÇÃAO!!
Ninguém mais no mundo escreve seus sentimentos mais profundos e seus maiores podres em um diários! SABE POR QUÊ ?
Porque, se uma ou duas pessoas descobrirem seus LANCES, isso pode arruinar sua reputação. Esse tipo de coisa tem que postada num blog (é o que eu tô fazendo agora hehe' ;D) para que MILHÕES de pessoas possam ler!!!
Só alguém MUITO IDIOTA seria pego ESCREVENDO em um DIÁRIO!! Esse é O pior presente que eu já ganhei em TODA a minha vida!Eu queria gritar com todas as  minhas forças:" MÃE, EU NÃO PRECISO DE UM LIVRO IDIOTA COM 282 PÁGINAS EM BRANCO!!"
Eu PRECISO é poder "comunicar" minhas "ideias e sentimentos" aos meus amigos usando meu próprio celular.
Peraí!Que idiota.Se,pre esqueço.Eu não tenho amigos.AINDA.Mas isso pode mudar do dia para a noite, e eu preciso estar preparada. Com um celular lindo, novinho em folha!
Enquanto isso, eu NÃO vou escrever naquele diário de novo 
NUNCA! JAMAIS!    

Nenhum comentário: